∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Chega ao Brasil a licença por assinatura do Security Center da Genetec


Após o anúncio global no primeiro semestre de uma nova modalidade de serviço para a sua conhecida plataforma Security Center, a Genetec anuncia a disponibilidade da proposta para o Brasil. Denominado Security Center Subscription a ideia é que, ao aderir a este produto, o cliente pague uma mensalidade para ter mais flexibilidade na hora de investir em soluções de segurança, em uma abordagem de Software-como-Serviço (SaaS). A estratégia já é adotada por outras grandes empresas de outros setores, como a Adobe, com sua extensa gama de softwares.

A novidade permite renovar a licença do Security Center mensalmente ao invés de precisar adquirí-lo de forma perpétua. “Com o Subscription, o cliente fica livre de um contrato padrão, já que é ele quem decide por quantos meses quer contratar o serviço de monitoramento”, explica o country manager da Genetec no Brasil, Denis André Côté. “O nosso produto tem um preço fixo e não exige taxa de adesão. Além disso, ele pode ser pago também por cobrança em cartão de crédito”, explica.

Outro diferencial do modelo Subscription é a facilidade de manuseio. De acordo com Denis, “não é preciso treinamento de pessoal específico ou a compra equipamento exclusivo ou de sinal de internet diferenciado para upload, já que todo o armazenamento é local e o software precisa de conexão com a internet apenas uma vez por mês para fazer a checagem do licenciamento com a Genetec”, pontuou ele.

O preço do sistema é fechado mensalmente, cobrado de acordo com cada uma das câmeras instaladas, girando em torno de US$ 3 por câmera. O comunicado para a imprensa acompanha uma entrevista completa com o country manager. Confira abaixo:

Como funciona o modelo de contrato do Security Center por Assinatura?
Denis: Não há um contrato fixo para a aquisição do serviço, pois é o cliente quem decide o período de contratação. Com o Security Center Subscription o cliente não paga nenhuma taxa de adesão e não é necessário comprar nada, como é o caso na licença permanente do Security Center. O preço é fechado mensalmente, cobrado por cada uma das câmeras. Nós também não fazemos um contrato complicado, para “fidelizar o cliente”. Se ele quiser alugar o serviço por um mês e cancelar, sem problemas.

Como funciona a integração do sistema?
Denis: O consumidor final que comprar a versão por assinatura, independente do porte, terá direito à todas as funcionalidade que os outros clientes da versão tradicional do Security Center têm, tendo em vista que a Genetec não cria um software exclusivo para cada empresa. Para ilustrarmos o tipo de complexidade que está à disposição, entre os principais clientes grandes do nosso portfólio, podemos citar a Polícia Militar de São Paulo.

O novo modelo exige de acesso à internet para funcionar?

Denis: O acesso à internet é necessário apenas uma vez por mês, para a checagem da licença junto aos servidores da Genetec. O sistema não exige funcionamento de armazenamento em nuvem, ou seja, todos os dados ficam armazenados com o cliente, reduzindo a necessidade de banda de internet.

O pagamento do Subscription é unicamente via cartão de crédito?

Denis: Não. Abrimos para os integradores decidirem isso. Eles poderão colocar diretamente o cartão de crédito do contratante e ser creditado para a Genetec, ou para ser creditado na conta deles, para que eles nos transfiram. Podemos também acertar o meio de pagamento com o cliente final e repassarmos a comissão para os integradores.

Há uma proposta voltada para pequenas e médias empresas?
Denis: Pensando nesse público, desenvolvemos soluções como o Security Center Compact, uma versão de entrada do Security Center, que suporta até 25 câmeras e permite escolher fornecedores e projetos que sejam mais adequados ao negócio. O Compact pode ser integrado a sistemas maiores, por meio do Genetec Federation, que oferece um monitoramento centralizado, seguindo o padrão adotado por sistemas de vigilância de grandes cidades.

A adoção do Subscription traz vantagens para o empresário brasileiro em meio à crise econômica?
Denis: Sim, sem dúvidas. Se considerarmos que o preço por câmera gira em torno de US$ 3 (R$ 9,56 em conversão direta) mensais, o modelo de subscription pode ser uma solução para baratear custos e planejar melhor seus investimentos. Por exemplo, é possível monitorar um empreendimento menor utilizando o Subscription e dez câmeras por um valor muito acessível.

Como fica o relacionamento da Genetec com o mercado ante os dois modelos de venda de softwares?
Denis: A nova postura da Genetec segue as tendências mundiais que apontam para o modelo de assinatura mensal e a independência do consumidor. É complicado para o cliente final saber exatamente qual equipamento e software são necessários para garantir a segurança do patrimônio. Ao pagar a mensalidade, o contratante precisa ter certeza de que será possível contar com todo o apoio para o bom funcionamento da central de monitoramento. E nós podemos oferecer isso, através dos nossos canais parceiros.

Há a possibilidade de o integrador criar pacotes de serviços do Subscription, usando Genetec e mais soluções de terceiros, incluindo o aluguel do hardware?
Denis: Sim, com absoluta certeza. Mas, ao fazer isso, será necessária a existência de um contrato de prestação de serviços, pois não é viável retirar as câmeras e o restante do material todos os meses daqueles que cancelarem o Subscription.Fica a cargo do integrador ou da distribuidora, a criação desse pacote, além é claro, da venda padrão do hardware ao usuário do nosso software.

O Subscription foi criado apenas para empresas menores?
Denis: Não. O tamanho do sistema não influencia em nada a operação, seja a licença por assinatura ou perpétua. Penso que a tendência, inclusive para os grandes, é querer alugar o software de monitoramento também. No modelo tradicional é necessário comprar vários equipamentos, além do fato de existirem outros sistemas. Ao adquirir uma licença, é necessário contratar uma consultoria para analisar o que é mesmo necessário. Com o Subscription, esse processo é simplificado. A motivação das grandes empresas ao migrar para esse tipo de serviço é diferente, já que não irão querer adquirir um produto novo, mas necessitam de uma opção eficaz e segura, para todas as vezes que houver qualquer eventualidade, a Genetec esteja lá para dar um suporte eficaz.

Após a comercialização do Subscription, a Genetec irá manter todo o portfólio de produtos?
Denis: Sim, irá manter os dois serviços – licença perpétua e assinatura mensal – até quando vender o tradicional não fizer mais sentido, o que vai acontecer daqui a um tempo. No momento, muitas empresas ainda compram as licenças tradicionais. A previsão é que o mercado de segurança migre para a tendência que estamos inaugurando.

Como a Genetec está se preparando para o período em que a concorrência migrar para o modelo de comercialização de softwares por assinatura mensal?
Denis: Nosso objetivo é sempre estar à frente da concorrência. Somos os pioneiros na oferta desse tipo de serviço e claro, quando as outras empresas chegarem nesse patamar, encontrarão um caminho mais fácil. O porém é que teremos cerca de três anos de experiência nesse segmento e obviamente estaremos à frente em matéria de criação e lançamento de novas ferramentas e funcionalidades.

Apresentando Trial de 90 dias do Security Center Compact
A partir deste mês, os canais parceiros da Genetec podem obter uma versão trial de 90 dias do Security Center Compact. Para aproveitar esta promoção de tempo limitado, os canais parceiros devem visitar o portal Channel Partner da Genetec para fazer o Download.


Fonte: Revista Digital Security
Edição: Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica
Blog: Diogenes Bandeira
Chega ao Brasil a licença por assinatura do Security Center da Genetec Chega ao Brasil a licença por assinatura do Security Center da Genetec Reviewed by Diogenes Bandeira on 16:12:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.