∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

O setor de segurança cresce 20% ao ano no Brasil


O setor de segurança é um dos que permanecem em ascensão no cenário brasileiro. O 9º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado no fim de 2015 com dados coletados em 2014, mostra que, apesar da crise, os estados têm investido mais em segurança. Foram R$ 67,3 bilhões em 2014 – um aumento de 17% em relação a 2013, quando a despesa com a área chegou a R$ 57,5 bilhões. Segundo a Associação das Indústrias de Segurança no Brasil (SIA), o setor cresce, em média, 20% ao ano. A previsão é que em 2016, R$ 1,8 bilhão movimente no setor.

Acompanhando as oportunidades e tendências do setor, entre os dias 15 e 17 de março, a cidade de São Paulo sedia o maior evento do setor de segurança da América Latina, a ISC BRASIL – 11ª Feira e Conferência Internacional de Segurança, promovida pela Reed Exhibitions Alcantara Machado, no Pavilhão Branco do Expo Center Norte. Com a expectativa de alcançar um público de mais de 15 mil compradores qualificados, a ISC Brasil reunirá em 17 mil m² mais de 150 expositores.

Para Humberto Barbato, presidente da ABINEE (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica), entidade apoiadora da ISC Brasil, este é o momento para as empresas investirem forte em seus planos de conquista de novos nichos de mercado e na expansão de vendas, especialmente no segmento de segurança eletrônica. “A participação em eventos se torna uma grande ferramenta para as empresas para apresentação de seus investimentos em novos produtos, abrindo oportunidades para novas conquistas e garantindo uma maior competitividade no mercado local e internacional. Neste aspecto, participar da ISC Brasil 2016, o mais importante Congresso e Exposição da América Latina, se torna numa decisão fundamental para todas as empresas”, enfatiza.

Segundo Luiz Henrique Bonatti, presidente da ALAS Brasil (Asociación Latinoamericana de Seguridad), eventos como a ISC Brasil são importantes porque ajudam a fortalecer parcerias e estimulam novos negócios. “O evento de 2015 foi um sucesso, superou nossas expectativas. Tivemos um número bastante elevado de interessados por nossa capacitação, o que mostra o engajamento dos participantes. Para o evento de 2016, quando a ALAS Brasil comemora dois anos, esperamos que seja ainda mais produtivo do que o anterior. Levaremos na bagagem experiências que colhemos em diversas feiras internacionais que participamos como a ISC West, em Las Vegas”, salienta.

"A ISC Brasil se tornou uma ferramenta para que as empresas de segurança tenham acesso aos grandes tomadores de decisões, como integradores, distribuidores e usuários finais corporativos. Por esta razão, as companhias do setor acreditam no evento e, mesmo em um momento de retração da economia, estão investindo na feira e tornando-a ainda maior que a da sua última edição”, afirma o diretor do evento da Reed Exhibitions Alcantara Machado, Igor Tavares.

Consolidada como principal evento do setor de segurança, lançamentos de produtos e novas tecnologias, a ISC Brasil tornou-se um evento crucial na geração de negócios. “É notável que as grandes marcas participem ano após ano. A principal razão para isto é que a ISC Brasil traz compradores qualificados e isso é um dos pontos que atrai os expositores. Aos visitantes, oferece um amplo conteúdo educacional, como o Congresso de Segurança Eletrônica – SIA, que irá abordar questões técnicas e a Cúpula de Integradores, com estudos de caso de vários mercados verticais”, explica Frans Kemper, diretor da SIA Brasil.


Por: Marina Shimamoto
Fonte: IN - investimentos e noticias
Edição: Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica
Blog: Diogenes Bandeira
O setor de segurança cresce 20% ao ano no Brasil O setor de segurança cresce 20% ao ano no Brasil Reviewed by Diogenes Bandeira on 21:49:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.