∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

PLANEJAMENTO ESTRATEGICO EM SEGURANÇA.

Para ser efetivo e alcançar os objetivos sociais e empresariais desejados, qualquer negócio ou empreendimento deve ser estruturado levando-se em conta diversos fenômenos ou fatores de influência, entre outros, os sociais, econômicos, psicológicos, políticos e tecnológicos. Quando pesquisamos, delimitamos e controlamos esses aspectos, podemos definir estratégias para minimizar os seus efeitos no ambiente produtivo e social ou mesmo utilizá-los como fontes geradoras de benefícios.

Desde os primórdios, por exemplo, percebeu-se que o crime e a violência eram fenômenos de causa social que, sem estar devidamente controlados, poderiam causar sérias repercussões ou mesmo neutralizar o crescimento econômico e afetar a estabilidade social em qualquer contexto.
Esses aspectos devem ser levados em conta em todos os ambientes (pessoal, familiar, social, empresarial, etc.), sendo hoje uma preocupação de governos em todo o mundo. É nesse sentido que incluímos o tema segurança no escopo da governança corporativa. Qualquer instituição, para garantir sua efetividade, tem o dever de mapear de forma adequada os riscos inerentes aos negócios e mercados com os quais atua ou pretende atuar. Quanto ao ambiente interno, deve-se ter em vista que a segurança é essencial para garantir um ambiente saudável, ético, propício à motivação pessoal, à integração e à geração de resultados.
Com as profundas mudanças que ocorreram nas últimas décadas em todo o planeta, a globalização, a rápida proliferação da internet, a multiplicação de ações terroristas, a modernização do crime organizado, o surgimento de tratados internacionais para combate à lavagem de dinheiro e ao terrorismo e outros fenômenos, provocaram grandes alterações na visão de governos e corporações em todo o mundo sobre o tema segurança.

No ambiente corporativo, ainda que haja muito a realizar, especialmente por ser um processo vivo e dinâmico, a segurança passou a ser vista como uma área de abrangência multidisciplinar que, embora conduzida com base em pressupostos respaldados por ciências humanas (sociologia, psicologia etc.), deve ser suportada por governança qualificada, integração com o negócio, equipes de excelência, tecnologias de ponta e inteligência estratégica, com programas permanentes de educação e cultura, considerando que a eficácia do processo de segurança depende do envolvimento de todas as pessoas. E isso senhores gestores significa o grande diferencial que todos precisam incorporar em suas gestões.
Por: Sergio Upton.

PLANEJAMENTO ESTRATEGICO EM SEGURANÇA. PLANEJAMENTO ESTRATEGICO EM SEGURANÇA. Reviewed by Diogenes Bandeira on 02:58:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.