∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Os 10 maiores Mitos sobre Monitoramento IP (NVR).

 

Mito 1: DVR é a mais recente e melhor tecnologia de segurança em CFTV

Realidade: Além de muitas pessoas pensarem que o DVR é a melhor e mais recente tecnologia de CFTV , muitas ainda acreditam que o DVR é uma tecnologia de rede totalmente digital, mas não é.
Um DVR tem muitas vantagens comparadas a um VCR (Gravador de vídeo cassete): Não necessita troca de fitas, qualidade de imagem consistente e capacidades de localização rápida dos vídeos. Mas você ainda tem todos aqueles cabos analógicos, que é o primeiro fator de depredação da qualidade da imagem, e também muito caro para cabear toda uma instalação. O Monitoramento IP tem todas as vantagens de um DVR e muito mais:
Escalabilidade:
O Monitoramento IP pode ter de 1 até milhares de câmeras com incremento de uma simples câmera. Não existem pulos de 4/8/16 câmeras como no mundo dos DVRs. O Monitoramento IP oferece qualquer quantidade de quadros ou frames para qualquer câmera a qualquer momento - não existem limitações como nos DVRs onde você deve dividir o número de quadros entre as câmeras.
 
Menor custo em infra-estrutura:
Muitas instalações hoje já contem uma infra-estrutura de cabos em pares trançados, então o Monitoramento IP não necessita de nenhum cabeamento adicional (a maior despesa das instalações CFTV ). Apenas uma rede é necessária para a empresa trafegar Dados, Voz e Imagens, fazendo o gerenciamento da empresa mais eficiente e barato. 
 
Acesso Remoto:
Qualquer fluxo de vídeo, ao vivo ou gravado, pode ser seguramente acessado ou controlado de qualquer localidade no mundo através de redes com ou sem fio. 
 
Inteligência ao nível das câmeras:
Detecção de Movimento, Gerenciamento de Eventos, Entradas e Saídas de Alarmes, hora e data e outras capacidades permitem que as câmeras IP tomem decisões inteligentes sobre quando enviar alarmes e para quem, quando enviar um vídeo e até controlar a taxa de quadros ou resoluções para enviar os vídeos. 
 
Menor custo total do sistema:
Para muitas instalações, o Monitoramento IP provou ter o menor custo. Redes abertas ou fechadas, servidores e equipamentos de armazenamento permitem uma grande competição entre escolhas contra uma solução fechada de um fabricante de DVR, e é apenas hardware - Custos mais baixos de instalação, manutenção e todos os benefícios de performance, mostram que a tecnologia de Monitoramento IP pode economizar somas substanciais.
Ao contrário de muitas opiniões populares, o DVR não é a solução definitiva, mas apenas um marco para o contínuo desenvolvimento da tecnologia de CFTV . Como o mercado avalia a solução DVR com mais cuidado, com a emergência do Monitoramento IP, os DVRs representam uma solução ultrapassada e fechada. A tecnologia de Monitoramento IP provou rapidamente ser superior à tecnologia de DVR. Existe uma enorme diferença entre as duas tecnologias e o mercado está começando a entender estes pontos críticos.

 

Mito 2: A tecnologia de Monitoramento IP não está provada. Se ela é melhor, por que os provedores de soluções não estão vendendo mais?

Realidade: Este mito levanta questões muito relevantes que tem mais a ver com a estrutura do mercado de segurança e práticas de compra do que com a performance e confiabilidade da solução de Monitoramento IP. Monitoramento IP é uma tecnologia relativamente nova e muitos concorrentes poderosos têm uma solução competitiva, o DVR. É muito natural que esses concorrentes queiram proteger seus investimentos nas soluções DVR. Relacionado a isto, a nova tecnologia requer um novo modo de pensar e investimentos em infra-estrutura e de conhecimento entre os integradores, consultores e formadores de opinião da indústria para que passam superar o atual status quo e criar uma nova forma de pensar com novos procedimentos. Quantos de nós nos lembramos de quando dissemos que as máquinas de escrever forneciam toda a tecnologia que necessitávamos? Quem precisava dos novos processadores de texto? Há muito tempo atrás? E sobre os toca-fitas ou vídeo cassete, você ainda não trocou por DVD? Essas tecnologias e interesses precisam apenas de tempo para serem superadas.
O fato é que o número de instalações de Monitoramento IP está crescendo rapidamente e o número de integradores e distribuidores está crescendo diariamente. Não irá demorar muito para o mercado reconhecer a superioridade do Monitoramento IP e então veremos rapidamente o aumento das instalações e infra-estrutura para esta nova tecnologia. Se estes argumentos não foram suficientes, não precisamos de mais futuras provas como a mais recente entrada da gigante IBM no mercado de segurança, assim como interesses de outras empresas como Cisco e Proxim para guiar e educar o mercado.

 

Mito 3: O Monitoramento IP não pode atender à demanda das aplicações de grandes instalações

Realidade: Quanto maior a instalação, maior o nível de performance requerido, mais competitivo e impressionante o conceito de Monitoramento IP prova ser.
De fato, muitas das vantagens da tecnologia de Monitoramento IP descritas acima, a escalabilidade é a que os usuários finais descrevem como mais impressionante. A Axis regularmente recebe pedidos de 200 a mais de 300 câmeras, nosso maior pedido até hoje foi de 1.300 câmeras - algumas das quais têm sido utilizadas em instalações de segurança de alto nível como aeroportos internacionais e prisões. Este mito é muito fácil de ser corrigido: O Monitoramento IP provou que não tem problemas em atender à demanda de grandes instalações. De fato, vemos muitas licitações governamentais e monitoramento de aeroportos especificando a tecnologia IP como arquitetura preferida, que não era o caso de um ano atrás.


Mito 4: A qualidade do vídeo de rede não é tão boa quanto um vídeo analógico

Realidade: As Câmeras de rede de boa qualidade possuem o mesmo sensor ( CCD ) e óptica utilizada nas câmeras de segurança analógica. Além do que a tecnologia permite implementar um servidor de vídeo a uma câmera analógica que já está instalada e pode ser incorporada ao mundo IP. Comparando câmeras de rede e analógicas, devemos enfatizar que câmeras de rede de boa qualidade são criadas para uso profissional. Estas câmeras de rede profissionais não devem ser confundidas com câmeras de rede de baixa qualidade ou WebCams usadas para Web, essas câmeras não podem oferecer as mesmas capacidades de uma câmera de rede profissional.
As câmeras de rede e o monitoramento IP já oferecem qualidade de imagem superior com resoluções Mega-Pixel. Câmeras analógicas estão limitadas aos seus 0.4 Mega pixels de resolução de um padrão NTSC / PAL .


Mito 5: As câmeras de rede custam mais do que as câmeras analógicas, fazendo a solução de Monitoramento IP muito cara.

Realidade: É verdade que as câmeras de rede são mais caras comparadas à câmeras analógicas porque incluem consideráveis funcionalidades como digitalização, compressão de imagem e inteligência. Se analisarmos o custo total de hardware (câmeras, cabos e equipamentos de gravação), um sistema de Monitoramento IP terá geralmente um maior custo comparado aos DVRs. Se então adicionarmos o custo da instalação, as vantagens do sistema de Monitoramento IP se tornam óbvias sendo que a infra-estrutura IP é consideravelmente menos custosa do que cabeamento coaxial. Além disso, sistemas que usam controle de PTZ necessitam de cabeamento extra, coisa que não é necessária para o IP. Power over Ethernet é outra funcionalidade que economiza dinheiro na intra-estrutura de fornecimento de energia.
Em 2002, a Axis completou uma instalação de alto padrão onde foram utilizadas 300 câmeras de rede em uma área de segurança crítica, com um alto nível de quadros por segundo. O Custo total da completa instalação de monitoramento IP foi US$800.000,00, ou US$2.700,00 por canal. Para uma funcionalidade similar, os sistemas baseados em DVRs foram cotados, e o custo estimado era de US$1.8 Milhão, ou U$6.000,00 por canal - mais de duas vezes o valor do sistema de Monitoramento IP.

The 96 Channel NUUO Tribrid solution is a professional-grade video surveillance recording system supporting IP, analog and HD-SDI cameras.

Mito 6: Se eu já tenho câmeras analógicas instaladas, o Monitoramento IP não é uma opção pois eu preciso de um DVR.

Realidade: Talvez os vendedores de DVR querem que acreditemos nisto, mas a tecnologia de servidor de vídeo foi criada para resgatar e esmagar este mito. Os fabricantes líderes de Monitoramento IP tem soluções de servidores de vídeo a um razoável nível de investimento.
Um servidor de vídeo converte sinal analógico de vídeo em um fluxo digital de vídeo que trafega sobre a rede, basicamente converte qualquer câmera analógica em uma câmera de rede. A maioria das instalações de Monitoramento IP hoje tem uma combinação de câmeras analógicas ligadas ao servidor de vídeo e seções onde estão ligadas apenas câmeras de rede. Uma instalação analógica em funcionamento e já paga não é uma barreira para a utilização de uma tecnologia de monitoramento superior.


Mito 7: Transferir todos os dados de vídeo através da minha rede irá sobrecarregá-la, fazendo uma tecnologia não funcional.

Realidade: Se você tem apenas algumas câmeras, então a sua rede existente é de 100Mbits normalmente irá atender às demandas de transmissão. Para comparação, um típico fluxo de vídeo de uma câmera varia entre 0.2 a 2.0Mbps dependendo da compressão, resolução e taxa de quadros.
Para qualquer grande instalação de Câmeras IP e Servidores de Vídeo, nós recomendamos uma rede separada apenas para vídeo. Pense nisto similar ao transporte de trens - se existe um trilho muito congestionado, você simplesmente constrói um novo conjunto de trilhos. Para grandes instalações, sua central de rede provavelmente estará rodando em Gigabit. Com os switches e roteadores de hoje, separar as redes é muito fácil. Alem de outros passos específicos que podem ser tomados para que a tecnologia de Monitoramento IP possa ser integrada nas operações das organizações e não congestionar a rede.
Adicionalmente, por causa da inteligência de uma câmera de rede, ela pode decidir quantos frames devem ser enviados para a rede baseada em eventos, movimento, horário, etc. Então em muitos casos a câmera irá apenas enviar vídeo através da rede se o vídeo for necessário, que provavelmente seja apenas 10% do tempo. Noventa por cento do tempo ela estará ociosa e nada estará sendo trafegado na rede.


Mito 8: A transmissão de vídeo em rede para propósitos de segurança não é segura.

Realidade: Embora primariamente utilizada como um domínio de informações públicas, a internet pode também ser utilizada para transferir todos os tipos de informações sensíveis. Para estas funcionalidades foram criadas medidas de segurança como firewalls, VPNs e proteção por senha. Com bancos e instituições financeiras usando a Internet como um meio de transferência de capital a nível mundial, ela tem emergido como meio seguro para outras aplicações de segurançasob IP e monitoramento.
Em contraste com esta nova tecnologia digital, sistemas de monitoramento analógico não possuem criptografia ou autenticação de informações, sendo extremamente fácil para qualquer um se infiltrar nos cabos e ver ilicitamente as transmissões "seguras" de vídeo ou até transmitir suas próprias falsas transmissões de vídeo no cabo (Como no filme 11 homens e um segredo). Isto é impossível de se fazer em uma rede IP segura.


Mito 9: O Monitoramento IP é menos confiável que tecnologias alternativas; por exemplo; se a rede cair

Realidade: Quando a base da arquitetura IP foi desenvolvida nos anos 60 e 70, a habilidade de fornecer redundância era o maior requerimento. Da mesma maneira, hoje, links de transmissão, servidores de aplicação, armazenamento e switches podem todos ter uma camada paralela de serviços e rotas alternativas de comunicação.
O armanezamento pode ter redundância remota, e os servidores podem ter fontes redundantes, discos RAID hot-swap, memória com correção de erros e 2 placas de rede. Tudo isto depende do projetista da rede, e embora pequenas redes não irão implementar todas as possibilidades de segurança, escolhendo componentes de TI de alta qualidade em uma rede é, em qualquer caso, mais seguro e confiável do que instalações de CFTV com Vídeo Cassete ou Caixas Pretas DVR. E não se esqueça de que usando servidores e equipamentos de rede de mercado, a substituição de algum hardware leva muito menos tempo e é muito mais barato do que soluções de DVR proprietárias.


Mito 10: O Monitoramento IP ainda está 5 anos atrás

Realidade: Este é o maior mito de todos!!! Considerando que as primeiras câmeras de rede foram introduzidas em 1997, a Axis já instalou mais de 200.000 canais da "futura" solução de hoje e os interesses na compras da tecnologia de Monitoramento IP continua a aumentar. Com seu custo, performance, confiabilidade ou qualquer outra qualidade, o Monitoramento IP provou ser a solução de hoje e é a única que irá crescer e afirmar que é a solução para o futuro.
Nós provamos através de vários mitos existentes e estabelecemos que o Monitoramento IP é altamente escalável, enquanto eficientemente utiliza a capacidade da rede da empresa. Esta nova tecnologia fornece vantagens significativas em termos de custo e performance sobre o modelo de DVR que muitos pensam hoje ser a solução do dia. Nós também vimos que o Monitoramento IP é flexível, baseado em ótimas funcionalidades e boas câmeras de rede, ele é altamente confiável.

Fonte: www.digifort.com

Os 10 maiores Mitos sobre Monitoramento IP (NVR). Os 10 maiores Mitos sobre Monitoramento IP (NVR). Reviewed by Diogenes Bandeira on 05:01:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.