∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Pistola Luger P08.


Pistola Luger P08 foi uma antiga pistola fabricada na Alemanha. Foi considerada como o maior souvenir da Segunda Guerra Mundial. Esta pistola foi adotada pelo exército alemão em 1908 (daí o nome P08) e dois milhões de unidades foram fabricadas entre 1914 e 1918.

Sua verdadeira definição técnica era P08 Parabellum-Pistole (Pistola Parabellum), termo oriundo do latim.

A Luger teve suas origens em um projeto inicial de Hugo Borchardt em 1893. Mais tarde foi patenteada por George Luger que a aprimorou e desenvolveu para produção em série. A arma acabaria levando seu nome até o final. A produção inicial foi feita pela fabricante de armas Deutsche Waffen-und Munitionsfabriken (DWM), apartir de 1900. Estima-se que foram produzidas em torno de 35 versões diferentes, por diversos fabricantes.

A Marinha Alemã(na época Germânica) faria a primeira encomenda em 1904 (seguindo-se outras em 1906 e 1908), seguida pelo Exército em 1908 No entanto, os alemães acabaram criando variações específicas para cada força armada, devido ao emprego que previam para essas armas.

A Luger foi popular durante a Primeira Guerra Mundial utilizada principalmente pela infantaria do Exército Alemão, inicialmente utilizava calibre 7.65x22mm Parabellum, apartir da qual seria modificada para 9x19mm Parabellum, sendo desenvolvido um novo cartucho. Esta conjugava perfeitamente precisão velocidade e poder de parada. Junto do já mencionado 7,65mm Luger, estes seriam os dois únicos calibres empregados pela Luger ao longo de sua história. Este modelo de cartucho (9mm) seria no futuro padrão para a maioria das pistolas automáticas que viriam a ser fabricadas.

Apesar das restrições impostas pelo Tratado de Versalhes, em relação a derrota da Alemanha, a pistola continuou a ser fabricada, quer no interior da fronteira com a Alemanha ou em linhas de produção no resto da Europa.

Como pistola militar, a Luger não justificava a reputação que granjeou. É elegante, boa de manusear e atira com precisão, mas sofre de várias limitações para ser considerada uma boa arma militar. Sua manufatura é bastante dispendiosa. O mecanismo tem muitas peças miúdas que requerem usinagem e montagem cuidadosas, e as molas têm de ser fabricadas com certo cuidado. O sistema de culatra articulável é sensível às variações da potência do cartucho, o que pode emperrar o funcionamento da arma. Lama, poeira, gelo e neve também provocam enguiços, e uma vez que o mecanismo não é coberto, nada impede que esses agentes penetrem nele.

Quando posta de lado com a sua sucessora, a Walther P38, não há dúvida sobre qual seja uma melhor pistola para uso militar. Mesmo assim foram fabricadas algo em torno de quatro milhões de unidades desta arma, e até hoje os colecionadores pagam altos preços por um exemplar em bom estado.

Pistola Luger P08. Pistola Luger P08. Reviewed by Diogenes Bandeira on 01:48:00 Rating: 5

3 comentários:

  1. parabens pelo seu trabalho continui assim um abraço do seu parceiro cloves

    ResponderExcluir
  2. tenho uma em otimo estado e quero vender. contato xandy_nunes2@hotmail.com

    ResponderExcluir

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.