∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Computex 2016: Processador Xeon E3-1500 v5 é a nova promessa da Intel para vídeos online e serviços de streaming


Nesta terça-feira (31), a Intel anunciou, na Computex 2016, os novos processadores Xeon E3-1500 v5 voltados para acelerar as cargas de trabalho de vídeo e multimídia em provedores de serviços. A nova linha é baseada na família Skylake e leva em consideração o crescimento exponencial da demanda por serviços de streaming e a necessidade cada vez maior de processamento de vídeos 4K on-the-fly. 

 Para isso, os processadores contam com novos recursos como DRAM embutida, chip gráfico Iris Pro e o Quick Sync, um componente especializado em acelerar os processos de transcodificação de vídeo.  
Ao todo, são cinco novos processadores lançados sob o nome E3-1500 v5, sendo um deles de entrada, três intermediários e um top de linha. Entre as características em comum, todos virão soldados diretamente na placa-mãe (ainda não há planos para lançar versões em soquete); têm chip gráfico Iris Pro P580 (com exceção do E3-1558L, que vem com um P550), que implementa a tecnologia de processamento gráfico de nona geração da Intel e permite até 72 unidades de execução; e DRAM embutida de 128 MB. 

Já em relação às diferenças, os modelos se distinguem basicamente pela velocidade de clock. De acordo com a Intel, o modelo E3-1558L v5 de 35W, o top de linha, tem desempenho 26% superior em relação às gerações Broadwell anteriores de 65W. Nos modelos intermediários, o melhor deles é capaz de transcodificar até dois vídeos 4K a 30 fps simultaneamente e em tempo real sem qualquer engasgo graças ao Quick Sync, que oferece suporte a HEVC - se os vídeos forem Full HD (1080p), o processador é capaz de lidar com até 15 transcodificações simultâneas sem qualquer problema.


Embora a nova família de Xeons não seja exatamente a mais poderosa da Intel, ela evidencia o foco da fabricante em ambientes de alta densidade otimizados para a entrega de vídeos a baixos custos. Isso significa que, com os novos processadores, empresas que queiram montar infraestruturas adequadas com foco em webcasts, videoconferências, transmissão digital, cloud gaming, transcodificação de vídeo e até estações remotas de entrega de vídeo poderão fazê-lo sem ter de investir tanto quanto se investiria ao optar por processadores da linha E5-1600 v4, E7-4600 v3 ou E7-8800 v3, que fazem basicamente a mesma coisa, mas chegam a custar até US$ 7.174 cada. 

 Ademais, o anúncio desta terça-feira traz o Iris Pro e a tecnologia de DRAM embutida diretamente na CPU para mais perto do usuário final, já que a ideia é oferecer um substituto de baixo custo aos E3-1200 v5, que trazem consigo gráficos Intel HD 520 e custam entre US$ 213 e US$ 612. 

Vale ressaltar, entretanto, que ainda não foram divulgados preços nem quando exatamente os novos Xeon chegarão ao mercado.

Por: Sérgio Oliveira
Fonte: Anandtech, The Inquirer e Canaltech
Edição: Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica
Blog: Diogenes Bandeira
Computex 2016: Processador Xeon E3-1500 v5 é a nova promessa da Intel para vídeos online e serviços de streaming Computex 2016: Processador Xeon E3-1500 v5 é a nova promessa da Intel para vídeos online e serviços de streaming Reviewed by Diogenes Bandeira on 22:38:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.