∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

FLIR C2 – Como funciona a nova câmera térmica de bolso?


As imagens térmicas representam uma das tecnologias mais avançadas já desenvolvidas para aprimorar a percepção visual. O olho nu é capaz de ver apenas uma faixa muito restrita da luz visível presente no espectro eletromagnético, que também inclui ondas de rádio e micro-ondas, luz infravermelha e ultravioleta, raios-X e raios gama. Ao detectar pequenas diferenças de temperatura no mundo infravermelho, as imagens térmicas transformam energia térmica invisível em algo visível.

Tudo ao seu redor emite ou reflete energia térmica. Portanto, quando você vê uma casa através da câmera C2, as imagens térmicas geradas mostram onde portas e janelas podem não estar apropriadamente vedadas, permitindo assim vazamento de ar frio ou quente (dependendo da estação). Também é possível ver uma parte de uma parede externa que parece consideravelmente mais quente durante os meses do inverno, indicando falhas de isolamento ou instalação inadequada do isolamento.

Você pode ver um interruptor de luz ou disjuntor elétrico muito mais aquecido do que seria seguro, o que indica um problema potencial de incêndio Ou talvez você queira procurar diferenças sutis de temperatura em imagens que revelam possíveis sinais de umidade oculta em paredes, pisos e coberturas. Alista de usos possíveis é longa e aumentará drasticamente à medida que os clientes descobrirem essa parte oculta do espectro eletromagnético.

A câmera FLIR C2 inclui a revolucionária câmera microtérmica Lepton, que é capaz de digitalizar passivamente uma área e exibir imagens de padrões quentes e frios em sua tela LCD. Além da Lepton, a câmera C2 também inclui uma câmera de luz visível para a captura de imagens visuais da cena. Usando a exclusiva tecnologia MSX® da FLIR, a câmera C2 realça os detalhes de contraste térmico da câmera visual para a imagem térmica, sem diluí-los. O resultado final é uma imagem térmica que mostra características, números, letras e outras texturas passíveis de identificação, para que você saiba imediatamente o que está visualizando em uma cena.

A capacidade de “ver” o calor dessa forma cria um nível inteiramente novo de percepção para profissionais e consumidores, permitindo que detectem problemas que podem ter passado despercebidos anteriormente. O benefício trazido é uma forma não destrutiva, mais eficiente e confiável de identificar e solucionar problemas, que oferece imagens térmicas convincentes para ajudar a comprovar a necessidade de reparos e confirmar que tal trabalho foi feito corretamente. Isso adiciona um alto impacto visual a relatórios e materiais de marketing de profissionais da construção e, evidentemente, aumenta a credibilidade do diagnóstico de prestadores de serviços, o que sempre é benéfico para os negócios.


Fonte: FLIR Brasil.
Edição: Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica.
FLIR C2 – Como funciona a nova câmera térmica de bolso? FLIR C2 – Como funciona a nova câmera térmica de bolso? Reviewed by Diogenes Bandeira on 19:11:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.