∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

7 sinais que seu cabeamento estruturado foi mal instalado.


Uma instalação de cabeamento estruturado exige uma série de cuidados para garantir perfeitas condições de utilização aos usuários finais. Caso algum procedimento tenha sido mal executado, é necessário reparo imediato para que mais componentes não sejam comprometidos. No post de hoje publicado aqui no blog da Redes e Cia, iremos ajudá-lo a identificar possíveis erros de implantação de uma rede e, principalmente, como corrigi-los.

Veja os sete sinais que listamos:

1 - Cabo mal conectado entre equipamentos
Vamos a um exemplo: em uma placa de rede ou em um switch, um cabo mal encaixado pode deixar o equipamento fora de rede. Isso pode acontecer, principalmente, por dois motivos: falha nos conectores (que engatam perfeitamente os cabos) ou por oxidação, conforme falaremos a seguir. Há, ainda, a possibilidade de negligência no momento de instalação do cabeamento estruturado. Portanto, reforçamos: a implantação da estrutura deve ser feita com cautela, conhecimento e documentação a fim de evitar dores de cabeça futuras às empresas. deve ser executada por uma equipe certificada, de preferência.

2 - Estrutura oxidada
Técnicos devem acompanhar constantemente as condições do cabeamento estruturado. Um dos motivos é para verificar se o ambiente provocou oxidação dos cabos. Esse aspecto pode comprometer toda a rede instalada. Para prevenir essa ação do tempo, mais comum em ambientes úmidos, é fundamental escolher equipamentos de qualidade, que garantam a manutenção da qualidade da conexão em condições adversas de clima, temperatura e pressão.

3 - Montagem inadequada do conector
Se um cabo está mal ou completamente desencaixado, fator que resulta no posicionamento incorreto do cabeamento estruturado, é sinal de que o conector escolhido para a estrutura não foi a melhor opção. Nesses casos, o ideal é cortar e encaixar um novo conector. Mas lembre-se: esse procedimento deve ser executado por alguém que possua ferramenta e conhecimento adequados no assunto. Não se arrisque: querer resolver o problema sozinho pode comprometer toda a rede.

4 - Cabos danificados
Um cabo rompido, por exemplo, pode ocasionar lentidão em toda a rede. Se o problema não for resolvido logo, progressivamente, a rede torna-se impraticável. Explicamos: os equipamentos enviam dados a partir da checagem de erros e, sempre que uma informação chega ao destino e esses erros são detectados, ela é enviada novamente. Esse procedimento repete-se até que todos os dados cheguem completamente até o outro lado. Testadores de cabos nas duas pontas são capazes de descobrir se a estrutura está rompida e em qual parte esse rompimento aconteceu ou qual parte foi comprometida. A partir da detecção de dano, basta substituir o cabo. Lembre-se: nunca faça emendas!

5 - Pinagem dos conectores
Em uma rede de câmeras de vigilância, por exemplo, existem padrões de instalação específicos que devem ser seguidos por quem implantará o cabeamento estruturado. São eles: T568a e T568b. Portanto, fica expressamente proibida a combinação de T568a e T568b em um mesmo cabo. Se não foi verificado esse aspecto em sua rede, é provável que ela esteja ameaçada e valha a pena realizar alguns testes.

6 - Ausência de certificação e documentação da rede
Recentemente, nós publicamos um post sobre as normas e padrões que devem ser seguidos em uma instalação de cabeamento estruturado [link]. As principais, regidas por órgãos como EIA, TIA e ABNT, se aplicam a diferentes estruturas e garantem o pleno funcionamento de uma rede. O portal Segurança e Tecnologia da Informação listou, em linhas gerais, todas as normatizações para cabeamento estruturado. Caso sua estrutura não tenha seguido nenhuma delas, é recomendada uma análise a fim de garantir maior organização, segurança, otimização de recursos e fácil gerenciamento à empresa.

Atenção: Caso não seja entregue uma documentação com os relatórios de certificação, não há como garantir que o cabeamento tenha sido bem instalado. Por isso, é fundamental que os técnicos realizem um memorial descritivo do projeto exatamente como ele foi concebido. Um as built de instalação de rede é composto por informações como cabeçalho, histórico das versões do documento (com as atividades executadas e inseridas no documento cada vez que atualizá-lo), identificação das pessoas ligadas ao projeto, inventário de hardware e software, descrição da montagem da estrutura, definição das Vlans, endereçamento e acesso aos equipamentos, desenho das ligações físicas e arquivos de configurações inseridos, SLA (acordo de nível de serviço) e suporte. Mesmo que a maioria das pessoas não goste de executar esse processo, documentar uma rede é tão importante quanto implementar uma solução.

7 - Treinamentos ineficazes junto ao cliente final
O treinamento com o usuário final é imprescindível para que uma instalação de cabeamento estruturado seja concluída. Nessa etapa, novos equipamentos são apresentados aos usuários e, principalmente, processos e procedimentos são consolidados. Uma capacitação desse tipo possibilita usuários na tomada de decisão e na melhor utilização da estrutura instalada. Caso você não tenha recebido esse tipo de suporte, que envolve documentação do fabricante dos equipamentos, solicite já para ter mais domínio e menos dúvidas sobre a tecnologia.


Por: Rodrigo Couto.
Fonte: Redes & Cia.
Edição: Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica.
7 sinais que seu cabeamento estruturado foi mal instalado. 7 sinais que seu cabeamento estruturado foi mal instalado. Reviewed by Diogenes Bandeira on 16:38:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.