∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Caso Pesseghini: no Dia de Finados.

No Dia de Finados, flores são deixadas na porta de casa onde aconteceu chacina.

Cerca de 90 vasos com crisântemos coloridos foram colocados neste sábado (2) em frente a casa da família Pesseghini, na Vila Brasilândia, zona norte de São Paulo, em razão do Dia de Finados. Esta é a terceira homenagem realizada por integrantes de uma página no Facebook criada para defender Marcelo Eduardo Bovo Pesseghini, apontado pela polícia como suspeito da morte dos pais, da avó e da tia-avó. O adolescente, de 13 anos, também foi encontrado morto no imóvel.

Quando a chacina completou um mês, em 5 de setembro, flores foram deixadas no portão do imóvel, cobrindo a calçada. O mesmo aconteceu exatos dois meses depois das mortes. Na ocasião, a escolha foi por crisântemos brancos para lembrar o Dia das Crianças, comemorado em outubro.

De acordo com uma das organizadoras da iniciativa, que preferiu não se identificar, a homenagem deste sábado também é uma forma de questionar a autoria do crime. O grupo contesta a versão do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), que coloca o garoto como o suposto autor dos assassinatos.

Fonte: Admiradores Rota (facebook)

Caso Pesseghini: no Dia de Finados. Caso Pesseghini: no Dia de Finados. Reviewed by Diogenes Bandeira on 19:33:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.