∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Adwares invadem aplicativos para Android.

Adwares estão chegando para dominar o Android, segundo a empresa de segurança Lookout. A companhia estima que 6,5% de todos os aplicativos gratuitos para o sistema operacional do Google contém adwares. Apesar do baixo percentual, é o equivalente a quase 50 mil apps. Com tantos aplicativos com adware, não é surpresa que mais de um milhão de usuários de Android nos Estados Unidos tenham realizado downloads involuntários de conteúdos desse tipo ao longo do ano passado.

Segundo a definição da Lookout, os Adwares são “aplicações que exibem anúncios  fora da experiência normal do app, colhem informações pessoais identificáveis fora do comum ou executam ações inesperadas, como resposta a cliques em anúncios”.

Os adwares não estão afetando apenas os usuários dos Estados Unidos. A estimativa da Lookout é que 600 mil franceses realizaram download de algum adware, bem como 400 mil alemães e 200 mil britânicos. A porcentagem de adwares aumenta 5% todos os anos. E isso é muito pior para uma app store do Google, naturalmente. O Google até tem alguns esquemas de proteção na Play Store, mas evidentemente eles não são perfeitos.

Muitos dos apps oferecidos hoje são gratuitos porque incluem anúncios. As redes de anúncios (ad networks) digitais são parte vital da economia de aplicativos móveis. Sem a exibição de publicidade, muitos desses softwares não poderiam ser oferecidos gratuitamente. Infelizmente, é por meio dessas ad networks que os adwares são disseminados.

“Ad networks que ultrapassam os limites de privacidade ou negativamente afetam a experiência do usuário causam conflito, comprometendo não apenas a privacidade dos consumidores e sua experiência, mas também a comunidade de desenvolvedores que confia nas ad networks para levar seus produtos gratuitamente ao mercado”, explica a Lookout.

Claro que a Lookout vende softwares que ajuda a tornar os smartphones mais seguros. A companhia possui diversos negócios com fabricantes de handsets e operadoras móveis. Sprint, por exemplo, pré-instala um aplicativo de segurança móvel da Lookout contra downloads mais truculentos. Há versões grátis e pagas da aplicação.

Apensar disso, o argumento defendido pela companhia, de que as ad networks precisam de guias de boas práticas para evitar adwares, não deve ser desprezado.
Fonte: ITWeb.

Adwares invadem aplicativos para Android. Adwares invadem aplicativos para Android. Reviewed by Diogenes Bandeira on 19:20:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.