∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Empresa fatura R$ 1 milhão com serviços de automação residencial.

Pequenas empresas apostam cada vez mais no setor de automação residencial, sistema que permite controlar a maioria dos aparelhos eletrônicos da casa, pelo computador e até pelo celular.

Os empresários Valdiberto Araújo e Roger Hosizawa, que investem no desenvolvimento de equipamentos e softwares de automação desde 2010, faturaram R$ 1 milhão no ano passado.

Foram 6 meses de pesquisas até os sócios fecharem o primeiro contrato e um investimento de R$ 100 mil, entre equipamentos e cursos de programação. A empresa tem 10 funcionários e faz cerca de 10 projetos por mês.

O trabalho começa no estudo da planta do imóvel e só depois é feita a programação tecnológica. “É uma tecnologia modular. O cliente ele pode começar pela sala com alguns equipamentos e, se gostar, aumentar para outros cômodos da casa”, explica Hosizawa.

Basta um simples comando no tablet ou no celular para acender as luzes, ligar o ar condicionado ou fechar as cortinas. E tudo isso pode ser acionado antes mesmo de entrar em casa.  

O custo de um projeto de automação de ambientes varia entre R$ 10 mil e R$ 30 mil. É o cliente que escolhe quais serviços terá à disposição, se eles serão integrados e como serão controlados à distância.

“A gente costuma brincar que o céu é o limite. Tudo que ele tem de equipamento eletrônico na sua residência, toda parte de iluminação, ar condicionado, irrigação de jardim a gente consegue agregar, colocar tudo numa mesma interface para que ele tenha controle total de sua residência em um único ponto”, afirma Araújo.

Natasha Mascarenhas gastou cerca de R$ 30 mil no projeto. “A sala é o ambiente que nós mais utilizamos aqui em casa e quando você tem essa comodidade de com um único aparelho controlar a luz, ar-condicionado, todos os recursos que nós temos, essa hora é muito prático”, diz a cliente.

250 empresas no Brasil
Luis Abdala conta que sempre sonhou em investir na tecnologia, mas só agora coube no bolso. Ele instalou o sistema na casa nova, ainda em obras. O projeto inclui as luzes, o ar-condicionado e o projetor. O gasto foi de R$ 26 mil.

“Busquei conforto e segurança, mas uma coisa que me chamou bastante atenção foi a organização. Não queria ter tantos controles, então eu optei ter um único meio pra controlar os equipamentos”, diz o cliente.

A automação residencial é cada vez mais procurada pelas pessoas. Nos últimos 4 anos, o serviço cresceu 300%, segundo a Aureside, a associação brasileira do setor.
Hoje, já são cerca de 250 empresas no Brasil.

Em 2012, o segmento faturou R$ 4 bilhões e pode crescer mais de 30% em 2013. E o mercado reserva um grande potencial de expansão. Estima-se que um 1,8 milhão de residências estejam aptas a receber o sistema de automação.   

Os sócios Valdir Araújo e Roger Hosizawa estão otimistas com o setor e com o negócio.  “A gente dobrou o faturamento no ano passado em relação ao ano anterior, pra esse ano a gente espera dobrar novamente, então a gente percebe que cada vez mais a automação vem fazendo parte da vida das pessoas”, diz Araújo.

CONTATO:
OPTIART TECNOLOGIA INTELIGENTE
Contato: Empresário Valdiberto Rodrigues de Araújo e Roger Hosizawa
Endereço: Rua Capão de Serra, 101 – Saúde
São Paulo/ SP – CEP: 04289-090
Telefone: (11) 5061-3648
www.optiart.com.br

Fonte: PEGN.

Empresa fatura R$ 1 milhão com serviços de automação residencial. Empresa fatura R$ 1 milhão com serviços de
automação residencial. Reviewed by Diogenes Bandeira on 06:19:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.