∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Caveirões de Israel para polícia do Rio de Janeiro.

O secretário de Segurança José Mariano Beltrame vai renovar a frota de ‘caveirões’ das polícias por R$ 6,150 milhões, cerca de 28% do preço inicial de R $ 22 milhões estipulado pelo governo do estado na concorrência. O pregão internacional para a compra de oito novos blindados aconteceu ontem, e a empresa israelense Global Shield ofereceu os carros, gestão da frota e manutenção por cinco anos. O ‘desconto olímpico’ de cerca de 72% é creditado aos. grandes eventos, como a Copa de 2014 e Olimpíada de 2016, quando a empresa de Israel terá no Rio o maior show-room de segurança pública mundial.

O resultado da licitação deve ser publicado hoje no Diário Oficial do Estado. Participaram ainda outras três empresas : a sul-africana Paramount, a americana Plazan-Oshkosh e a também israelense Quartzu-Haitehof. A francesa Renault foi desclassificada pois apresentou preço 10% acima do preço inicial. Os oito novos veículos blindados irão para o Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar e Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil. Ao justificar a necessidade da compra, no lançamento da licitação, a Casa Civil do governo estadual argumentou que os eventos que a cidade vai receber aumentaram a demanda por ações de prevenção contra atos de terrorismo e pelas demandas rotineiras. “As forças de segurança pública fluminense vivenciam, atualmente, uma incompatibilidade entre as necessidades materiais... e as condições de trabalho. Como resultado, o agente faz sem segurança o que gera número de lesionados e feridos mortalmente, por falta das condições”, dizia o edital.
Por: Flavio Araújo.

Caveirões de Israel para polícia do Rio de Janeiro. Caveirões de Israel para
polícia do Rio de Janeiro. Reviewed by Diogenes Bandeira on 08:25:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.