∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Segurança de Carga - Cadeias logísticas eficientes significam negócios eficientes e lucrativos.


Ao longo da cadeia de fornecimento são vários os desafios que se apresentam em termos de segurança e que exigem uma resposta especializada consoante os diferentes tipos de actividade criminosa.
 O percurso pelo complicado mundo de cadeias de fornecimentos globais pode dar origem a problemas de segurança de carga relativamente a mercadorias que percorrem milhares de quilómetros e que são manuseadas por inúmeras pessoas e organizações, muitas vezes utilizando vários meios de transporte. A logística empresarial engloba todas as actividades de movimentação e armazenagem que facilitam o fluxo de produtos desde a saída de fábrica até ao consumidor final, assim como dos fluxos de informação que colocam os produtos em movimento, com o objectivo de providenciar nível de serviço adequado aos clientes a um custo aceitável.

 Na própria definição de logística podemos perceber que furto, roubo, dano, sabotagem são acções criminosas que podem colocar em causa a gestão logística. No sistema da logística de transporte, por exemplo, existe uma espécie de "contra-logística" realizada pelos prevaricadores. Muitos deles sabem o trajecto dos transportadores, possuem informações específicas sobre horário de saída e chegada, sabem qual a carga que está a ser transladada e os pontos vulneráveis nas estradas. Esta constatação leva-nos a perceber a importância da organização desenvolver uma análise de risco e de possuir um sistema de segurança de carga e um plano de emergência para que se possa minimizar estes e outros riscos e, em caso de não conseguir evitá-los, reagir pronta e eficazmente.

A proteção das rotas comerciais foi sempre uma prioridade económica e, à medida que essas rotas se tornam cada vez mais complexas e sofisticadas, os desafios para as proteger também aumentam. A perda de bens das cadeias logísticas, a segurança das pessoas e o risco para as infra-estruturas requerem soluções robustas e flexíveis.
 A concepção e gestão das cadeias logísticas são agora reconhecidas como um dos principais factores na rentabilidade no sector da produção. Métodos como Kanban e Just-in-Time dão origem a menos inventários, produção mais eficiente e integração mais estreita entre fabricantes e fornecedores. E, à medida que o conceito de ‘kitting', em que muitos itens de elevado valor são colocados numa única embalagem, se torna popular, esse valor vai tornar-se mais significativo. Por conseguinte, o sector da logística e cadeias logísticas de todas as áreas estão a enfrentar problemas de segurança, anteriormente inexistentes. No passado, os pequenos furtos e a redução de stock eram um problema; agora, existe um ataque organizado. O desafio é obviamente garantir a máxima integridade possível das cadeias logísticas, mantendo a sua flexibilidade e eficácia. 
 Com a chegada das bases de dados em tempo real e métodos de identificação de embalagens, não existem razões "reais" para se "perderem" bens. As cadeias logísticas têm actualmente um portfólio abrangente de soluções de segurança que de forma integrada partilham dados e informação acessível a qualquer hora e em qualquer lugar. A integração de sistemas com base em protocolos e tecnologias IP é já uma realidade e permite integrar todos os sistemas, de logística e segurança, com base numa única tecnologia universal, permitindo que não só as salas de controlo possam lidar com todas as necessidades operacionais, mas também que essas mesmas salas possam ser monitorizadas e controladas em segurança a partir de qualquer local com acesso à Internet.
 A logística é quase universalmente uma operação que funciona 24 horas – a velocidade de fabrico e a procura dos clientes tornam este aspecto inevitável. Mas isto traz problemas de segurança, nomeadamente no que diz respeito aos acessos não autorizados e não monitorizados aos diversos locais da cadeia logística, dai que soluções de Controlo de Acessos integradas com a Videovigilância que permitam verificar e cruzar informação, sejam fulcrais para evitar roubos.
São vários os benefícios da integração de sistemas na logística, nomeadamente a melhoria na eficiência dos serviços, o aumento de produtividade, a centralização de serviços, a monitorização integral pela equipa de "Management", a redução nos custos (RH, infra-estruturas, etc) e a integração de novas tecnologias.
Em Portugal as cadeias logísticas apostam cada vez mais na melhoria das condições de segurança dos seus armazéns como uma medida de melhoria do serviço prestado ao seu cliente, conscientes da sua importância para a manutenção do negócio. A protecção das mercadorias que estão à sua "guarda", à sua responsabilidade, é a tarefa crucial da sua actividade e que nenhum operador logístico está disposto a arriscar.
 Este sector procura cada vez mais, como uma reposta à crescente ameaça existente nesta actividade, soluções tecnologicamente avançadas e "mais seguras", ou por outras palavras, menos passíveis de serem violadas, corrompidas, originando perdas enormes para os negócios dos seus clientes e como consequência para si mesmos. A melhor forma de se conseguir aumentar o nível da segurança, para não falar da adopção de soluções de vanguarda e correctamente implementadas, é adicionando "camadas" ou níveis de segurança à solução implementada, barreiras que tornem a violação cada vez mais difícil e demorada dando tempo aos responsáveis de segurança de actuar antes que o delito ocorra. É a prevenção que se obtém com base numa análise cuidada e localizada aos riscos que permite estruturar uma "rede" de segurança que assegure a protecção das pessoas, bens, espaço e receitas eficaz e eficiente.
 Se a logística é fundamental para o sucesso de uma empresa, a segurança empresarial é fundamental para o sucesso da gestão logística. As organizações não têm condições de chegar ao sucesso se não possuírem um sistema de segurança de carga eficiente, eficaz e efectivo.


Fonte: ADT Portugal - A ADT Portugal Fire & Security, líder em segurança e incêndio, suportada por um serviço de excelência e experiência incomparável, fornece soluções integradas para qualquer tipo de negócio com base num conjunto de sistemas de segurança electrónica e protecção contra incêndio (videovigilância CCTV, anti-furto, controlo de acessos, detecção e extinção de incêndios...) que são usados para prevenir incêndios, dissuadir ladrões e proteger pessoas, bens e resultados.

Segurança de Carga - Cadeias logísticas eficientes significam negócios eficientes e lucrativos. Segurança de Carga - Cadeias logísticas eficientes significam negócios eficientes e lucrativos. Reviewed by Diogenes Bandeira on 01:25:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.