∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Ubuntu não terá mais spyware em próximas versões


Um assunto foi motivo de muita discussão na comunidade linux por quatro anos, a função de oferta de produtos da Amazon no dash do Unity. Para quem esteve em outra dimensão nos quatro últimos anos, vale lembrar que desde o Ubuntu 12.04, a Canonical resolveu implementar no Ubuntu as Scopes que adicionavam a capacidade de pesquisa de serviços da internet diretamente no dash do Unity, assim o usuário era capaz de pesquisar não somente seus programas, arquivos e fotos locais, como também efetuar pesquisas na internet, facebook, wikipédia e outras fontes que fossem oferecidas pelo Scope, até mesmo receber o clima direto no dash.

No entanto a Canonical viu nessa funcionalidade, a oportunidade de monetizar seu sistema operacional e em uma parceria com a Amazon, produtos relacionados com sua pesquisa eram oferecidos no dash para que em um simples clique, o usuário fizesse a compra.

A comunidade não viu com bons olhos tal funcionalidade, já que para seu funcionamento, era necessário que a Canonical coletasse o que o usuário digitava na busca e oferecesse uma “publicidade” relacionada, exatamente como acontece quando você busca algo no Google. Para justificar a Canonical explicou que nada além do que foi pesquisado era enviado para seus servidores, mantendo total anonimato do usuário, além disso trouxe em atualização posterior a capacidade de desativar a função, além de um aviso de privacidade, permitindo que pessoas desistissem da publicidade embutida, sem ter que desinstalar a scope da Amazon.

Isso nunca foi visto por bons olhos pela grande maioria e em uma manobra para finalmente atender a preferência da comunidade e sem deixar os interesses da empresa, a Canonical anunciou que a partir da versão 16.04, lançada já em abril desse ano, todas as funções de pesquisa online estarão desativadas por padrão, inclusive a da Amazon, e caberá ao usuário decidir ativa-las, ao invés de ter que desativar.

Dessa forma o Ubuntu seguirá com a funcionalidade, no entanto estará desativada por padrão, deixando o usuário escolher ter a capacidade de pesquisa online e de contribuir com a Canonical, ativando também a scope da Amazon.


Por:  Thiago Holmes
Fonte: Whizzy e Linux Centro
Edição: Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica.
Blog: Diogenes Bandeira
Ubuntu não terá mais spyware em próximas versões Ubuntu não terá mais spyware em próximas versões Reviewed by Diogenes Bandeira on 17:44:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.