∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Principais tendências para o RH em 2015.


Como o de costume, a Hay Group apresentou o estudo anual de Tendências e Práticas de Recursos Humanos 2015. A análise feita com 906 empresas revela o que as organizações estão planejando para aprimorar a área de gestão de pessoas e como avaliam as perspectivas para este ano.

As iniciativas mais recorrentes nas agendas de Recursos Humanos para 2015 são: desenvolvimento e capacitação de liderança, atração e retenção de talentos, clima organizacional, e-social, busca por atender a demanda por um RH estratégico. 

Mas é preciso levar em consideração o cenário econômico. 42% afirmam otimismo em relação ao ambiente de negócios no Brasil. Isso não significa, no entanto, que estarão menos cuidadosas e realistas em relação aos resultados. 78% afirmaram que esperam um crescimento moderado nos resultados, na casa de um dígito percentual, 87% acreditam que a eleição presidencial impactará os resultados financeiros da organização e 93% aponta as oscilações do dólar e da inflação como um fator de impacto.

Com estes números, fica mais fácil entender como as empresas buscarão se organizarcom relação aos orçamentos, com uma média de incremento salarial projetada para 2015 é 7,3%. “Se 2014 foi um ano onde prevaleceram poucos ajustes nas práticas salariais, para 2015 a palavra de ordem é conservadorismo”, afirma Gustavo Tavares, diretor do Hay Group e responsável pela pesquisa.

Em relação à remuneração variável, 37% das participantes afirmam que os valores de bônus a serem pagos em 2015 serão similares aos pagos em 2014. Entre as organizações que estimam bônus mais altos, a diferença média em relação ao ano anterior é de 26%. Entre as que projetam queda, a diferença fica em 35% em média.

Um segundo destaque fica por conta da gestão de talentos. Apesar dos interesses em diminuir número de rotatividades, as empresas parecem lutar com o tema. Dentre as participantes que apontaram maior preocupação, 40% indicam que os índices de rotatividade aumentaram em relação a 2013 e 64% não contam com um plano de retenção estruturado, com regras claras.

“O índice de rotatividade das empresas que não praticam programas de gestão de desempenho são maiores. Já a maioria das organizações com essa prática, espera crescimento de dois dígitos além da inflação para 2015, o que demonstra claramente a importância desse tema para os negócios”, explica o diretor da consultoria.

Neste sentido, para melhorar esse cenário, as empresas pretendem implantar algumas ações com o intuito de aumentar a competitividade no quesito retenção de talentos: comunicação de programas de carreira (52%), construção de um plano de sucessão organizacional para posições chave (48%), programas de desenvolvimento para liderança (47%), implantação ou manutenção do processo de avaliação de desempenho (43%) e reconhecimentos não financeiros (41%).


Fonte: Salário BR.
Edição: Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica.
Principais tendências para o RH em 2015. Principais tendências para o RH em 2015. Reviewed by Diogenes Bandeira on 02:00:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.