∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Saiba evitar ataques de botnets, as redes zumbis.


Todos os anos, milhões de máquinas são atingidas pelas botnets; a sua pode ser uma delas. Nunca ouviu falar? Então entenda como funcionam esses ataques e como recuperar o seu computador caso ele tenha sido capturado.

O nome botnet vem das palavras em inglês, robot e network, ou seja, rede robô. As botnets também conhecidas como redes de PCs zumbis são malhas de computadores infectados por malwares que podem ser controlados remotamente por cybercriminosos. O termo zumbi existe porque essas máquinas ficam aguardando para responder aos comandos.

Entender como as botnets funcionam parece simples, mas o maior problema é que se a sua máquina realmente estiver sob o domínio das redes zumbis, pode ser que você sequer perceba.

As botnets podem ser utilizadas como forma de distribuição de spam, vírus, ou até mesmo para ciberataques como negação de serviço, o DDoS. É quando milhões de PCs tentam acessar um único servidor, invalidando por sobrecarga, uma página da web.

Os prejuízos causados pelas botnets vão além. Segundo uma pesquisa feita por essa empresa em parceria com o FBI, divulgada no início deste mês de julho, a infecção por botnets em geral atinge 500 milhões de máquinas por ano, representando perdas de 110 bilhões de dólares no mundo todo. É brincadeira?

Se antes as botnets eram pouco conhecidas, hoje, viraram negócio profissionalizado em nível mundial. Entenda como funciona essa cadeia: no primeiro plano, um hacker desenvolve um software malicioso capaz de invadir máquinas sem ser notado. Ele testa em todos os antivírus, passando por todos os softwares de proteção. Em um segundo momento, alguém que possua uma botnet distribui os malwares para diversas máquinas. Aliás, as redes botnets podem ser “alugadas” e exploradas por qualquer pessoa. O terceiro passo é quando o espião que está dentro do computador, rouba as informações, como dados bancários. Em seguida, um outro cybercriminoso retira essas informações do seu PC sem ser notado, passando por diversos endereços em diferentes países, assim não se acha o responsável pelo roubo. No próximo passo uma quadrilha especializada vai acessar a sua conta e tirar o dinheiro dela. Por último, outra pessoa transforma esse dinheiro virtual em dinheiro vivo, sem ser preso.

Se você descobriu que o seu computador faz parte de uma botnet, um antivírus eficiente é capaz de remover estes bots. Mas, vale lembrar, que mesmo utilizando algumas medidas básicas de segurança, os computadores podem continuar infectados. Em alguns casos, o estrago é tão grande, que a única saída é formatar a máquina.

Para evitar os ataques das redes zumbis, algumas dicas são válidas. Tenha um bom software antivírus e um firewall instalados. Mantenha versões atualizadas de qualquer tipo de aplicação em seu computador. Versões antigas podem conter brechas de segurança e funcionar como uma porta de entrada para softwares maliciosos. Seja cuidadoso ao instalar aplicativos de desenvolvedores desconhecidos. E não saia clicando em tudo o que vê pela frente.

E nunca é demais lembrar que e-mails com assuntos suspeitos, devem ir diretamente para o lixo. Atenção redobrada para links enviados, até mesmo por conhecidos: as infecções são grandes através das redes sociais ou e-mails. E cuidado ao fazer login em qualquer site.

E você, já teve o seu computador infectado? Como fez para livrar a sua máquina dos malwares? Compartilhe a sua opinião, dicas e dúvidas no blog.

Fonte: O. D.
Edição: Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica.
Saiba evitar ataques de botnets, as redes zumbis. Saiba evitar ataques de botnets, as redes zumbis. Reviewed by Diogenes Bandeira on 11:18:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.