∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Rio de Janeiro pretende investir R$ 90 milhões em câmeras de segurança até 2014.

A Secretaria de Segurança vai ampliar o sistema de videomonitoramento urbano, que atingirá o total de 450 câmeras instaladas na Região Metropolitana.  do Rio de Janeiro . Será realizada no dia 3 de abril uma licitação milionária para contratar uma empresa especializada, que ficará responsável pela adequação, expansão e manutenção do sistema. O custo estimado no edital – contabilizando todos os itens – é de mais de R$ 90, milhões.

Considerando as 578 câmeras:
Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio), instaladas na capital fluminense, as autoridades terão 1.028 “olhos” espalhados pela região até a Copa de 2014. Atualmente, o sistema já conta com 392 câmeras que começaram a ser instaladas em 2006. As outras 58 serão instaladas em áreas de 26 batalhões da Polícia Militar nas zonas Norte, Sul, Oeste, Centro, na Baixada Fluminense e São Gonçalo, na Região Metropolitana. De acordo com o subsecretário de Tecnologia da Secretaria de Segurança, Edval Novaes, a escolha dos locais segue o critério da mancha criminal, ou seja, áreas onde são mais altos os índices de criminalidade. Além disso, há pontos específicos que devem ser monitorados por exigência da Fifa e do Comitê Organizador dos Jogos Olímpícos. “Os comitês exigem que alguns pontos sejam cobertos como Maracanã e o entorno, aeroportos, complexo hoteleiro, locais de treino dos atletas e vias de deslocamento”, explicou Novaes, acrescentando que câmeras já instaladas também podem ser mudadas de local e que a polícia pode solicitar também imagens da Cet-Rio.

Tecnologia a favor da polícia:
A Secretaria de Segurança enfrenta o desafio de reduzir índices de criminalidade que apresentaram alta recentemente. Em janeiro, os três indicadores estratégicos tiveram resultados negativos. De acordo com o Instituto de Segurança Pública (ISP), a letalidade violenta cresceu 14,7% no estado em relação ao mesmo período do ano passado. O roubo de rua teve alta de 4,8% e o roubo de veículo aumentou 19,3%. Para o subsecretário de Tecnologia, Edval Novaes, a ampliação no sistema de câmeras nas ruas deve ajudar a polícia no combate ao crime. “A tecnologia ajuda porque onde tem a câmera, em tese, não precisa ter um homem [policial]. O equipamento amplia o raio de visão e as câmeras ficam expostas. Pelo simples fato de estar ali, já inibe o ato criminoso. Quando ocorre um crime, a autoridade pode pegar a cena e usar nas investigações da polícia judiciária”, disse Novaes, admitindo, no entanto, que o número de câmeras é insuficiente: “A quantidade ainda é pequena para a extensão da área. A previsão inicial é de chegar a 450, mas podemos aumentar de acordo com a necessidade”.

Filmagem até no escuro:
Os equipamentos podem ser instalados em postes e topos de prédios públicos. De acordo com o subsecretário de Tecnologia, alguns têm infravermelho e conseguem gravar até mesmo no escuro. É o caso das câmeras instaladas no Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte, uma das comunidades pacificadas que são monitoradas através desse tipo de tecnologia. De acordo com o edital, entre as características exigidas, as câmeras devem ter zoom para ampliar a imagem em até 36 vezes e permitir movimento horizontal de 360 grau e vertical de 185 graus, para garantir bom ângulo de visão. De acordo com a Secretaria de Segurança, o “percurso” da imagens deve mudar. Atualmente, os dados captados pelas câmeras são transmitidos aos batalhões da PM, e repassados à central de monitoramento que funciona no prédio da secretaria, no Centro. No entanto, ainda este ano, quando o Centro de Comando e Controle for
inaugurado na Praça Onze, as imagens deverão ser enviadas diretamente para a central, onde serão analisadas por profissionais especializados e os batalhões poderão solicitar imagens, se necessário.
Por: Priscilla Souza.

Rio de Janeiro pretende investir R$ 90 milhões em câmeras de segurança até 2014. Rio de Janeiro pretende investir R$ 90 milhões em
câmeras de segurança até 2014. Reviewed by Diogenes Bandeira on 17:19:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.