∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Standalone: no futuro bastante próximo, o instalador de CFTV vai ser obrigado a ter conhecimento em administração de rede baseado em Linux.


Durante muito tempo eu venho observando que o mercado de Circuito Fechado de Televisão (CFTV) vem crescendo a cada dia, com a introdução das câmeras IP (Internet de Protocolo) eu acredito que o mundo de CFTV vai mudar por completo. Com a introdução de Stand-Alone no mercado de segurança eletrônica, vamos precisar de pessoas capacitadas para não só instalar o aparelho, mas sim, pessoas especializadas que possa poder administrar as redes que está por traz dele. Durante muito tempo venho percebendo que no mercado Brasileiro tem muitas pessoas com um bom ou vasto conhecimento em Windows (Sistema Operacional da Microsoft), mas poucas pessoas tem conhecimento sobre Linux. Linux está presente em mais de 60% dos Stand-Alones. Para você poder instalar um Stand-Alone e ligado à rede de computadores, no futuro bastante próximo você vai ser obrigado a ter conhecimento em administração de rede baseado em Linux. Eu vou listar abaixo os mais populares Sistemas Operacionais Linux que tenho conhecimento.

Escolha abaixo a distribuição e faça seu download:

Standalone

O que é um Stand Alone?
Stand Alone é um equipamento desenvolvido especialmente para monitoramento em CFTV. Aprimorado dos antigos sistemas de CFTV, onde se utilizam multiplexadores para as câmeras e gravação em fita cassete (Time Lapse), o Stand Alone trouxe a digitalização das imagens em um único equipamento. Competindo assim como placas de captura, que também digitalizam as imagens. Contudo, o Stand Alone possui muitas vantagens em relação as placas que hoje existem no mercado. A principal delas seria a autonomia no trabalho, não necessitando de fatores externo como as placas (Microcomputador, SO, memórias, etc). Resumindo, os Stand Alones hoje podem ser considerados centrais de monitoramento digital.

Considerado por muitos como um sistema completo de CFTV, o Stand Alone mantém sempre suas funções principais, a de gravação e reprodução de imagens. Com facilidade para Backup e substituição dos HD de armazenamento, torna-se o equipamento mais fácil de manuseio em diversas situações. Outras funções que estão cada vez mais aplicadas nos equipamentos seriam as funções de PTZ, acesso remoto e saída VGA. Funções estas, que fazem muita diferença na hora de montar um novo projeto de monitoramento. Por tanto, devem ser consideradas como funções primordiais para um sistema. Outra função primordial de qualquer modelo de Stand Alone é o Backup das imagens, existem modelos que tem opções de backup por mídia DVD, CD, Pendrive ou até mesmo conexão via remoto. Apesar de que, alguns modelos, também possuem uma mini-central de alarmes, com entrada para sensores e saída de relês para acionamento de cargas, transformando assim um sistema de monitoramento, num sistema simples de alarme.


Standalone: no futuro bastante próximo, o instalador de CFTV vai ser obrigado a ter conhecimento em administração de rede baseado em Linux. Standalone: no futuro bastante próximo, o instalador de CFTV vai ser obrigado a ter conhecimento em administração de rede baseado em Linux. Reviewed by Diogenes Bandeira on 00:33:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.