∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Polícia quer ouvir diretor do Flamengo em inquérito sobre morte de vascaíno.

A Polícia Civil espera ouvir nesta sexta-feira (23) o vice-presidente de Finanças do Flamengo, Michel Levi, no inquérito que investiga a morte do vascaíno Diego Leal, de 29 anos. O torcedor foi morto com três tiros e duas facadas em um bar no bairro de Tomás Coelho, zona norte do Rio de Janeiro, horas antes do jogo entre Vasco e Flamengo no estádio do Engenhão em 19 de agosto. A polícia ainda está à procura de dois suspeitos de participar do crime. Na última quinta-feira (22), a polícia tentou intimar o diretor, mas Levi não estava no apartamento dele, em Ipanema, na zona sul. A intimação foi deixada com o porteiro. O presidente da torcida Força Jovem do Vasco, Bruno Pereira Ribeiro esteve na DH (Delegacia de Homicídio) na quinta para prestar esclarecimentos sobre o caso. No mesmo dia, oito membros da torcida Jovem Fla foram presos durante da Polícia Civil. Por meio de nota, o Clube de Regatas do Flamengo afirmou que "repudia qualquer tipo de violência. E ainda esclarece que não possui qualquer tipo de responsabilidade por todo e qualquer episódio causado por facções de torcidas organizadas". Procurado pelo R7, o vice presidente Michel Levy afirmou que não tem qualquer relação com o caso e que nunca esteve na delegacia. Seus advogados ja protocolaram uma petição esclarecendo o equivoco a qualquer possível envolvimento neste episódio.

Torcida organizada usa táticas militares:
Os integrantes da lançavam mão de verdadeiras para chegar aos estádios do Rio em dias de jogos. Segundo o titular da DH (Divisão de Homicídios), o delegado Rivaldo Barbosa, os torcedores usavam desde escolta armada a batedores para se blindar de ataques de rivais. O da Jovem Fla, Carlos Renato da Silva Santos, o Macedo, encabeça a lista de suspeitos de participar do assassinato do . O delegado Rivaldo Barbosa disse que o material apreendido na operação, como armas, facas e até um veículo Jetta, ajuda a comprovar que os integrantes da torcida organizada do Flamengo buscavam inspiração nos ensinamentos militares para viabilizar ações criminosas.

— Ficou muito claro a utilização de ensinamentos militares, como escoltas, batedores, escoltas armadas, motocicletas, drogas e armas. Toda uma estrutura utilizada para a prática de crimes, seja homicídio ou lesão corporal. Está basicamente confirmado a partir de tudo que foi apreendido. Então, podemos dizer que se trata de uma organização criminosa. Quem está ligado à milícia, tráfico de drogas e armas não é uma torcida organizada. Os policiais da DH ainda apreenderam drogas, notas falsas, ingressos, porretes, luvas de boxe e soco inglês na casa dos torcedores presos. Os agentes também estiveram da sede da Jovem Fla, no centro do Rio, onde recolheram documentos, computadores e um cofre. A chefe da Polícia Civil, Marta Rocha, mandou um recado para as torcidas que insistem em duelar nos estádios do Rio. Segundo ela, “o trabalho contra essas torcidas será implacável”. No sábado (24), segundo a delegada, policiais civis e militares estarão à paisana para tentar identificar os torcedores que querem transformar a festa do clássico Vasco e Flamengo em confusão no Engenhão.

— Quero alertar as torcidas porque nós estamos monitorando os jogos que virão e sabemos de uma outra torcida que está se organizando para brigas. Estamos chamando os integrantes dessa torcida para que essa torcida tenha clareza de que a Polícia Civil não vai tolerar qualquer ato de violência praticada por torcedores. E os chefes de torcida serão responsáveis por esses atos de violência, porque ninguém pode permitir que alguém entre em um ônibus com uma barra de ferro, um porrete e um soco inglês.
Fonte: Portal R7.


Polícia quer ouvir diretor do Flamengo em inquérito sobre morte de vascaíno. Polícia quer ouvir diretor do Flamengo em
inquérito sobre morte de vascaíno. Reviewed by Diogenes Bandeira on 05:10:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.