∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

∴ Diogenes Bandeira - Consultor de Segurança Eletrônica ∴

Polícia Federal inaugura centro de inteligência digital.

A Polícia Federal inaugurou na manhã desta segunda-feira, em Brasília, o Centro de Monitoramento do Serviço de Repressão a Crimes Cibernéticos. A ideia é que o órgão  foque na cibersegurança do país, prevenindo ataques aos bancos de dados do governo e identificando suspeitos. De acordo com a assessoria da PF, as 320 redes de informação governo atualmente recebem mais de 2 mil ataques por hora. Em junho de 2011, hackers ligados ao grupo Lulz Sec tiraram do ar dezenas de sites de ministérios e também o da Presidência. Além disso, outro hacker teria invadido o e-mail pessoal da presidente Dilma Rousseff e tentando vender suas informações para partidos da oposição. O centro funcionará como uma espécie de órgão de inteligência focado na prevenção de crimes que atentem contra a segurança digital do governo. Sua existência se deve principalmente à proximidade de grandes eventos como a Conferência Rio+20, a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016. Como o Brasil atrairá a imprensa de todo o mundo, é bem possível que hackers e ativistas ligados a vários temas tentem atrair tal visibilidade para as suas causas através de ataques DDoS e invasões a sistemas. Durante esses eventos, o órgão funcionará 24 horas por dia, sete dias por semana. A PF também planeja instalar centros cibernéticos nas outras onze cidades-sede da Copa do Mundo (Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza,  Manaus, Natal, Recife e Salvador). Pelo menos 250 hackers já foram identificados e estão sendo monitorados pela central. O advogado Luis Massoco, representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na discussão da criação da lei de cibercrimes brasileira, acredita que a criação do órgão é um progresso no combate aos delitos cometidos pela rede. "A atuação do órgão será essencialmente preventiva, mas mesmo assim eles não conseguirão combater grande parte dos crimes. No entanto, a Polícia Federal é uma referência de excelência no Brasil e a criação do centro é um progresso, principalmente porque ela centralizará todas as ocorrências ligadas à cibersegurança do país", acredita.

Por: Rafael Cabral.
Polícia Federal inaugura centro de inteligência digital. Polícia Federal inaugura centro de inteligência digital. Reviewed by Diogenes Bandeira on 21:14:00 Rating: 5

Nenhum comentário:

Pixel Segurança Eletrônica

Pixel Segurança Eletrônica
Tecnologia do Blogger.